Solucionática

Blog coletivo para compilação de jogos/atividades/problemas/exercícios e algumas elucubrações teóricas sobre Psicologia Cognitiva

Sunday, June 18, 2006


VARETAS


Descrição:


Para fazer os alunos descobrirem isso na prática, a professora dará pontuação às varetas.

Exemplo:

amarela = 2 pontos

vermelha = 10 pontos

verde = 5 pontos

azul = 6 pontos

preta = 30 pontos

Alunos e professor combinam quantas rodadas terão as partidas.

A classe é dividida em grupos de três ou quatro.

Todas as equipes recebem um pega-varetas.

Tirando no par ou ímpar, cada grupo escolhe quem vai começar.

O vencedor lança as varetas sobre uma mesa ou outra superfície plana.

Depois, tenta pegá-las uma a uma do monte, sem fazer com que as outras se mexam.

Quando conseguir isso, continua a jogar.

Se não, a partida é interrompida e os valores de cada vareta retirada são multiplicados uns pelos outros, obtendo-se o número de pontos daquela jogada.

A partir daí, o professor estimula o grupo a sugerir outras combinações que levariam ao mesmo produto.

O número de sugestões oferecidas pela equipe é anotado num papel.

A partida recomeça com a criança da vez. Vence o grupo que conseguir propor mais opções. Este jogo serve para entender o conceito de divisibilidade, noção segundo a qual um número natural pode ser dividido por outro número natural não nulo, sendo a divisão do primeiro pelo segundo exata, isto é, com resto igual a zero. Quando jogam em grupo, os alunos debatem e, do confronto de idéias, surgem diferentes respostas para um problema matemático. Para chegar às cores das varetas, é necessário fatorar o produto. O número 200 equivale a duas varetas amarelas, uma vermelha e uma verde.200 = 2 x 2 x 5 x 10 O resultado era decomposto pela divisão sucessiva por 2, por 3 e assim por diante, até alcançar números primos, que são aqueles divisíveis apenas por 1 e por eles mesmos. A professora pode mudar a pontuação original do pega-varetas, de modo que possa trabalhar com decomposição em números primos (são os casos de 2, 3 e 5).

Participantes: A partir de 1.

Elucubrações teóricas:

Para a resolução deste problema podemos usar a teoria triárquica de Sternberg, segundo esta teoria, a inteligência compreende três capacidades, analíticas, criativas e práticas.

No pensamento analítico podemos analisar, comparar e avaliar, no pensamento prático podemos aplicar, usar e utilizar, e no pensamento criativo, podemos criar, inventar e planejar.

Elaborado por:

Janaína

Márcia

Kelly

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home